Gualter questiona credenciamento de médicos e empresas para atendimento em consultórios particulares

Publicado em: 08 de junho de 2018

Selecione a Imagem

 

O vereador Gualter Amado (PRB) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um requerimento em que pede informações ao Poder Executivo sobre o chamamento para credenciamento de profissionais e empresas para atendimento médico por meio de consultas em consultórios e clínicas.

 

No documento, o parlamentar cita que no edital publicado pela prefeitura constam consultas com 22 modalidades médicas no valor de R$ 52,00 por atendimento, sendo que o quantitativo de consultas será disponibilizado pela secretaria de Saúde, conforme a demanda existente, tendo o usuário do SUS direito à consulta com o especialista e retorno.

 

Ainda de acordo com o edital, quando forem solicitados exames de imagem, a solicitação será entregue ao paciente, que deverá dirigir-se à Unidade de Saúde para obter informações acerca da autorização e somente serão aceitos os pedidos de exames e medicamentos que sejam disponibilizados pela rede municipal ou regional de saúde. “Foi divulgado pela imprensa local que seriam investidos R$ 1,8 milhão na compra de 35 mil consultas em clínicas particulares para diminuir a fila da saúde pública de Americana, através do programa Saúde Já”, relata.

 

“Uma vez que, após a consulta, na maioria das vezes, será necessária a realização de exames clínicos pelo paciente, devendo o mesmo portar os resultados no dia do retorno da consulta médica, vemos a necessidade de investimentos não somente na compra de consultas, mas também na compra de exames, pois sabemos que existe uma grande fila de espera no nosso município”, afirma o vereador.

 

No requerimento, Gualter pergunta se o edital publicado refere-se ao programa “Saúde Já”, qual valor total será investido na compra de consultas e quantas serão compradas. Questiona ainda se existe algum levantamento que comprove que os retornos das consultas médicas compradas não serão prejudicados, uma vez que não serão comprados novos exames, e se existe planejamento para compra de exames através do programa Saúde Já, ou por outro tipo de investimento.

 

O requerimento será discutido e votado pelos vereadores em Plenário, na sessão ordinária de quinta-feira (14).


Escrito por: Coordenadoria de Comunicação

Categoria: Gualter Amado

Compartilhe essa notícia

Notícias Relacionadas