Antônio Javaroni recebe título de cidadão americanense em sessão solene na Câmara

Publicado em: 19 de setembro de 2018

Selecione a Imagem

A Câmara Municipal de Americana realizou na terça-feira (18) sessão solene para a entrega de título de cidadão americanense ao senhor Antônio Javaroni, pelos relevantes serviços prestados ao município. A homenagem foi motivada por projeto de decreto legislativo de autoria do presidente do Legislativo, o vereador Dr. Alfredo Ondas (MDB).

 

Participaram da solenidade o vereador Dr. Alfredo Ondas e o vereador da 16ª legislatura Antonio Lima e Silva, o Tonhão do Veteranos, além de convidados, amigos e familiares do homenageado.

 

Durante o uso da palavra, o presidente da Câmara enalteceu a história de vida do homenageado. “Quem dera todo homem tivesse uma história como essa para carregar consigo. Um homem que veio do trabalho para uma cidade de trabalho. Uma pessoa que criou seus filhos com tanta dignidade dentro da nossa cidade. O senhor é um exemplo a ser seguido. Meus parabéns”, disse Dr. Ondas.

 

O novo cidadão americanense agradeceu a homenagem e falou da alegria de escolher Americana como cidade para viver. “Estou tomado pela emoção com a presença de todos vocês. Sou muito feliz e considero que encontrei em Americana a cidade certa para que os meus filhos tivessem um futuro melhor. Nem tudo na vida são momentos bons, mas com muito trabalho e a ajuda de pessoas amigas, hoje posso dizer que sou feliz porque sou um americanense de coração. Eu amo essa cidade, que deu oportunidades para a minha família. Obrigado”, disse o senhor Antônio Javaroni.

 

Biografia – Antônio Javaroni

 

Antônio Javaroni nasceu em 28 de janeiro de 1929 em Torrinha, interior de São Paulo. Filho de Daniel Javaroni, imigrante italiano, e de Victalina Mantovani Javaroni. Irmão gêmeo de Domingos Javaroni, tendo mais quatro irmãos: Cezarino, Arlindo, Madalena e Miguel. Casado com Neyde Marson desde 30 de maio de 1953. Pai de Valdessir, Wilma, Valmir, Wanda, Vani e Viviane, que lhe deram quinze netos e dez bisnetos.

 

Aos 12 anos começou a trabalhar na profissão de pedreiro, se tornando mais tarde Mestre de obras. Trabalhou na construção de várias casas e prédios, inclusive da ponte de Barra Bonita. Ainda em Torrinha foi eleito vereador em 1955, por ser um jovem comprometido com a Igreja.

 

Em 1968, resolveu buscar uma nova vida e pensando nos estudos dos filhos, mudou-se para Americana, cidade natal de Neyde. Em Americana continuou com a profissão de Pedreiro, tendo depois um comércio de materiais de construção.

 

Atuou diretamente na formação da comunidade católica do bairro Jardim América, em novembro de 1968. O casal era responsável por receber os padres e freiras que vinham à capela. Administravam a comunidade e, com seu crescimento, começaram a construção da Igreja Nossa Senhora das Graças, erguida com a ajuda dos moradores.

 

Seu Javaroni, como é conhecido no bairro, é Ministro de Eucaristia desde então, levando Comunhão aos doentes do bairro. Hoje com 89 anos ainda participa ativamente da Comunidade. Faz parte das Missas semanais e do “Grupo de Terço dos Homens, terço nas casas de famílias e da  Novena do Perpétuo Socorro”.

 

Americanense por opção o Sr. Javaroni se tornou uma peça importante na construção da Comunidade Católica Nossa Senhora das Graças, sempre com muito trabalho, honestidade e fé.


Escrito por: Coordenadoria de Comunicação

Categoria: Sessões Solenes

Compartilhe essa notícia

Notícias Relacionadas