Câmara entrega título de cidadão emérito e medalha “Princesa Tecelã” a Rodrigo Emke em sessão solene nesta sexta-feira

Publicado em: 20 de setembro de 2018

Selecione a Imagem

 

A Câmara Municipal de Americana realiza na sexta-feira (21) sessão solene para a entrega de título de cidadão emérito e medalha de mérito “Princesa Tecelã” ao senhor Rodrigo Emke, o Rodrigo José, pelos relevantes serviços prestados ao município.

 

A solenidade acontece no Plenário Dr. Antônio Álvares Lobo, a partir das 19h30, e é aberta ao público. A TV Câmara transmite ao vivo, pelo canal 4 da NET, e pelo site oficial. A medalha será concedida por decreto legislativo de autoria do vereador Rafael Macris (PSDB), e o título de cidadão emérito por iniciativa do vereador Marco Antonio Alves Jorge, o Kim (MDB).

 

Biografia – Rodrigo Emke

 

Rodrigo Emke, conhecido popularmente como Rodrigo José, nasceu em Americana em 19 de março de 1975. Caçula de três irmãos, filho de pai tecelão e mãe professora de escola pública. Quando menino encontrou uma coleção de discos antigos de sua mãe no porão da casa em que morava, se apaixonando pelas canções dos cantores brasileiros ditos “cafonas” dos anos 60 e 70. Formado em Engenharia Civil, por anos teve como profissão principal a engenharia, deixando a música em segundo plano.

 

Durante as décadas de 80 e 90 Americana abrigou muitas bandas de Rock, Blues e Soul, influenciadas pela cultura norte-americana. Rodrigo acompanhava ensaios destes grupos e passou a ter contato com músicos e ritmos americanos, assimilando muito desta música e cultura.

 

Em 1996 foi revelado como cantor após vencer um concurso regional de karaokê. Um ano depois, Rodrigo subiu ao palco pela primeira vez acompanhado de uma banda no mesmo local onde ganhou o concurso.

 

Gravou seu primeiro disco em 1998, cantando canções autorais românticas que compôs após o fim de um namoro. Nos anos seguintes participou de diversos festivais de música pelo estado de São Paulo, conquistando prêmios como melhor intérprete e canção, ganhando em 2000 o prêmio revelação na categoria local com a melhor torcida, no Festival Americana – A Canção do Brasil.

 

Cantou em programas de TV de alcance nacional. Apaixonado pela música e cultura dos anos 60 e 70, produziu e cantou em um dos mais bem sucedidos tributos brasileiros a Elvis Presley. Foi também diretor de eventos da Secretaria de Cultura de Americana.

 

Recuperado de uma fase difícil da vida, decidiu dedicar-se somente ao que amava fazer: cantar. Reencontrou seus gostos e influências, adotou o nome Rodrigo José e decidiu gravar suas novas canções juntamente com as canções dos artistas que o influenciaram no passado, em versões completamente inusitadas. Num estúdio improvisado no porão da sua casa, com o apoio de músicos amigos, ele mesmo dirigiu, produziu, gravou e editou 22 músicas que resultaram nos discos Rodrigo José Volume 1 e Volume 2, fazendo nascer um dos trabalhos de maior personalidade e potencial da música brasileira.

 

Em 2017, gravou seu primeiro DVD, onde apresenta seu repertório, homenageia seus ídolos e defende o brega como sendo o autêntico estilo musical popular brasileiro. Seu trabalho conquistou notoriedade nacional através das redes sociais e hoje é conhecido e admirado em todo o país.

 

Apesar da fama, Rodrigo jamais se esquece de suas raízes. Seu carisma, alegria e humildade são responsáveis pelo sucesso que tem alcançado, levando o nome de Americana a todos os lugares por onde passa.

 


Escrito por: Coordenadoria de Comunicação

Categoria: Sessões Solenes

Compartilhe essa notícia

Notícias Relacionadas