Professor Padre Sergio é eleito interlocutor da sub bacia do Ribeirão Quilombo no Consórcio PCJ

Publicado em: 02 de junho de 2017

Selecione a Imagem

 

O vereador Professor Padre Sérgio (PT) participou nesta sexta-feira (2) da reunião de eleição do conselho fiscal para o biênio 2017-2018 do Consórcio PCJ (Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí e foi eleito interlocutor da sub bacia do Ribeirão Quilombo. Apenas vereadores podem ocupar cargos elegíveis na diretoria dos conselhos fiscais. A vereadora Maria Giovana (PC do B) também acompanhou os trabalhos.

 

Durante a reunião, o vereador professor Padre Sergio avaliou a importância do trabalho de recuperação do Ribeirão Quilombo. “O Quilombo nasce em Campinas e termina em Americana. Ele recebe, passando pelos municípios de Hortolândia, Sumaré e Nova Odessa, esgoto de toda essa região. Existe um projeto do passado, já destinado para a limpeza da calha do ribeirão e recuperação da mata ciliar, mas pouco foi feito”, comentou.

 

“As populações de Sumaré e Nova Odessa e as populações ribeirinhas de Americana sofrem muito. Famílias tiveram suas casas inundadas e perderam tudo. Podemos evitar problemas como este com políticas a favor da natureza e do meio ambiente, juntamente com a tecnologia que temos hoje”, acrescentou.

 

O diretor executivo do Consócio PCJ, Francisco Lohóz, comentou a eleição do vereador Professor Padre Sergio como agente de interlocução da sub bacia do Ribeirão Quilombo.

“Ter junto ao conselho fiscal do Consórcio PCJ como agente de interlocução um vereador da cidade de Americana, que estará atento e trará as demandas que auxiliará nos processos, é de extrema importância. É uma sub bacia que muitas vezes passa esquecida, por que ela não é de abastecimento público, mas poderá ser. Ela é de uma importância histórica e capital sobre todos os aspectos, inclusive dos espaços coletivos que oferece para todos os habitantes. Precisamos de interlocutores para que, somando-se as sub bacias às bacias maiores, todas possam estar preservadas, conservadas e garantam o futuro da nossa região”, avaliou.

 

O vereador Professor Padre Sergio falou ainda sobre propor iniciativas de educação ambiental destinadas à preservação das margens do Ribeirão. “Com educação ambiental, projetos a favor do rio, plantio de árvores e outras ações, podemos reverter essa situação. É importante pegar a água limpa do rio e devolver de maneira que não vá agredir o meio ambiente. Não se pode colocar esgoto industrial com lixo no rio. É um absurdo quando vemos isso”, concluiu.

 

* Com informações da assessoria do vereador Professor Padre Sergio

 

 


Escrito por: Coordenadoria de Comunicação

Categoria: Professor Padre Sergio

Compartilhe essa notícia

Notícias Relacionadas