Câmara entrega título de cidadão emérito a Alcides Luchesi e medalha Princesa Tecelã a Divina Bertalia nesta sexta-feira

Publicado em: 26 de abril de 2018

Selecione a Imagem

A Câmara Municipal de Americana realiza na sexta-feira (27) sessão solene para a entrega do título de cidadão emérito ao senhor Alcides Luchesi e da medalha de mérito Princesa Tecelã à senhora Divina Bertalia, pelos relevantes serviços prestados ao município.

 

A solenidade acontece no Plenário Dr. Antônio Álvares Lobo, a partir das 19h30, e é aberta ao público. A TV Câmara transmite ao vivo, pelo canal 4 da NET, e pelo site oficial. A homenagem foi motivada por projetos de decreto legislativo de autoria do vereador Marco Antonio Alves Jorge, o Kim (MDB).

 

Biografia - Alcides Luchesi

 

Alcides Luchesi nasceu em Americana no dia 17 de outubro de 1928, filho de Francisco Luchesi e Maria Santarosa Luchesi. Neto de imigrantes italianos originários da província de Pordenone que se estabeleceram no ano de 1889 em Vila Americana. Estudou no Grupo Escolar Dr. Heitor Penteado no ano de 1937, diplomado em eletrotécnico e formado em técnico de tecelagem. Casou-se com a Sra. Antônia Jandira Vanin Luchesi (in memoriam), com quem teve quatro filhos: Paulo Sérgio, Marcos Rogério, Claudio e Heloisa Mara. Avô de Thelma, Mauricio, Carolina, Marcelo, Julia e Cecilia. Bisavô de Vinícius, Luca, Vivian e Gael.

 

Atuou no ramo do comércio de móveis de 1957 a 1982, no centro da cidade, onde era proprietário da Loja Feira dos Móveis. Além de atender o público neste ramo contribuiu muito orientando famílias que chegavam de outras cidades para fixarem residência em nosso município. Foi sócio fundador da Feira Industrial de Americana – FIDAM, no ano de 1961. Em 1964 foi suplente de vereador na 5º Legislatura da Câmara Municipal de Americana.

 

É membro da Igreja Presbiteriana do Brasil desde o ano de 1956. Foi reconhecido presbítero emérito em 1998 por toda igreja local. Sob a presidência de sua esposa, participou do Serviço Social Presbiteriano de Americana, época em que foi implantado o curso gratuito de datilografia. Foi presidente da comissão do Dia da Bíblia e idealizador da Praça da Bíblia. Sempre atuante na igreja, foi presidente da comissão de construção do templo Presbiteriano Moriah no ano de 1983. Sócio fundador do Retiro Evangélico Benaiah. É membro ativo dos Gideões Internacionais no Brasil desde o ano de 1972. Atualmente aos 89 anos de idade, além de dedicar-se ao artesanato tecendo palhinha em cadeiras, auxilia nas atividades e trabalhos desenvolvidos no Benaiah.

 

Biografia – Divina Bertalia

 

Divina Bertalia nasceu em Anicuns/GO em 31 de janeiro de 1956. Filha de pais mineiros, é a irmã do meio de uma família de sete irmãos. Mudou-se para Cuiabá, capital do Mato Grosso, para estudar, onde permaneceu por 15 anos. É formada em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal de Mato Grosso. Possui Especialização Pedagógica na Faculdade Campos Salles de São Paulo.

 

Durante o período de permanência em Cuiabá, conheceu o médico americanense Aluísio, com quem se casou em junho de 1988. Atuou como Consultora Tributária da Secretaria de Fazenda de Mato Grosso até maio 1989, quando mudou-se para Americana. Nesta cidade nasceram seus dois filhos: Antonio Bertalia Neto e Breno Bertalia.

 

Deixou a carreira de consultora tributária concursada para se tornar Professora de Componentes Curriculares da área de Direito da Escola Técnica Estadual Polivalente de Americana, onde leciona desde 1989, tendo sido coordenadora do curso técnico em Secretariado de 2003 a 2007. Em virtude desta experiência profissional, profere palestras em empresas da região abordando temas como: Cidadania, Ética e Empregabilidade.

 

Como entusiasta da cultura americanense, presidiu voluntariamente o Conselho Municipal de Cultura de Americana de 2003 a 2006. Por sua iniciativa, o Comcult lançou em 2005 o “Guia Cultural e Turístico de Americana”. Criou o projeto “Americana Canta”, iniciativa que visava divulgar o elenco de artistas americanenses. Promove atualmente a eleição das Sete Maravilhas de Americana, com o objetivo de conferir visibilidade aos espaços, monumentos e corporações americanenses, viabilizando parcerias e patrocínios que possibilitem as respectivas manutenções e restauros. Como escritora publicou três obras literárias: “Guia Católico de Postura Comunitária”, “Carioba sob o olhar feminino” e “Cem expressões”.

 

É membro atuante da Paróquia São Domingos desde junho de 1989.  Foi vereadora em Americana entre os anos de 2008 a 2012. Em junho de 2014 recebeu o título de “Cidadã Americanense”, concedido pela Câmara Municipal de Americana.


Escrito por: Coordenadoria de Comunicação

Categoria: Sessões Solenes

Compartilhe essa notícia

Notícias Relacionadas