Medalhas de mérito Ayrton Senna e título de cidadão emérito são entregues em sessão solene

Publicado em: 28 de abril de 2016

Selecione a Imagem

 

A Câmara Municipal de Americana realizou na quarta-feira (27) sessão solene de entrega de medalhas de mérito “Ayrton Senna” aos senhores Flávio Conceição e Valdir Trindade dos Santos, e título de cidadão emérito ao senhor Natanael dos Santos Macedo. As homenagens foram motivadas por projetos de decreto legislativo de autoria do vereador Odair Dias (PV).

 

Participaram da solenidade os vereadores Luciano Corrêa (PSD), Odair Dias, Valdecir Duzzi (Solidariedade) e Tonhão dos Veteranos (PMDB), o vice-prefeito de Americana Roger Willians e presidente do CREF, Nelson Leme da Silva Junior, além de convidados, amigos e familiares dos homenageados.

 

Durante o uso da palavra, o autor da propositura destacou que os três homenageados são exemplos de dedicação no esporte. “Macedo, Trindade e Flávio, é um prazer ter feito essa propositura de extrema relevância para a sociedade, mas uma relevância para o esporte. Eu tenho costume em dizer que a pessoa que investe no esporte está investindo na qualidade de vida, na cidadania. É no esporte onde aprendemos a trabalhar as diferenças e adversidades, e vocês são exemplos disso”, falou Odair.

 

O presidente da sessão solene, vereador Luciano Corrêa, falou sobre a felicidade de homenagear pessoas que foram relevantes na história do esporte. “Hoje temos três homens públicos aqui presentes. Obrigado por vocês levarem o nome da cidade com dignidade e respeito por onde passam, pois levam o bom exemplo da cidade com vocês”, discursou.

 

Natanael Macedo dos Santos, um dos homenageados, agradeceu o título de cidadão emérito. “Quero agradecer pelo reconhecimento. Estou muito feliz, pois nasci na cidade de Americana, tive um sonho em ser jogador e ele foi realizado. Agradeço a Deus e à minha família”, falou.

 

“Se estamos aqui, é por conta do Rio Branco. A pessoa que eu sou, tudo que tenho, é por causa deste clube, não temos como esquecer tudo que aconteceu. É uma homenagem que vai ficar marcada em nossas vidas”, agradeceu Flávio Conceição.

 

“Quero agradecer ao Odair pela propositura e a esta Casa, que soube reconhecer os valor de seus filhos. Eu me sinto filho de Americana após receber este prêmio”, disse Valdir Trindade.

 

A medalha “Ayrton Senna” foi instituída em 2002 na Câmara Municipal. O objetivo é congratular e homenagear a pessoas, equipes, clubes, empresas e qualquer entidade de Americana que tenham se destacado em competições esportivas oficiais e de grande relevância e no desenvolvimento do esporte do município. O título de cidadão emérito é entregue a pessoas nascidas em Americana que se destacaram no exercício de suas atividades.

 

Biografias

 

Flávio Conceição

Flávio Conceição nasceu em 12 de junho de 1974, na cidade de Santa Maria da Serra, e começou sua carreira esportiva no Rio Branco Esporte Clube, onde explodiu para o mundo futebolístico.

Seu excelente desempenho no Tigre de Americana fez despertar, em 1993, o interesse do Palmeiras, que na época era dirigido por Wanderlei Luxemburgo. Permaneceu na equipe da capital paulista por três temporadas, conquistando dois campeonatos paulista, uma Copa Rio-São Paulo e um Campeonato Brasileiro.

Em 1996, defendeu a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de Atlanta. Participou de 64 partidas e marcou 9 gols com a “amarelinha”.

Devido ao sucesso, Flávio Conceição foi negociado, em 1996, o Deportivo La Coruña, onde permaneceu por quatro anos, sendo posteriormente contratado pelo Real Madrid. Flávio Conceição ainda atuou com as camisas do Borussia Dortmund, Galatasaray e Panathinaikos.

Mesmo não sendo filho de Americana, Flávio Conceição enalteceu o nome do município, divulgando, nacional e internacionalmente, a importância dada aos esportes em Americana.

Natanael dos Santos Macedo 

Nascidoem Americana em 16 de dezembro de 1969,Natanael dos Santos Macedo ou Macedo, como é conhecido, é um futebolista brasileiro que iniciou sua carreira no Rio Branco Esporte Clube e se destacou no São Paulo Futebol Clube, tendo inclusive sido campeão do Mundial Interclubes. Além do tricolor paulista defendeu, ainda, as camisas do Cádiz, Santos, Cruzeiro, Vasco, Coritiba, Grêmio, Ponte Preta, Fortaleza, Itabaiana, Taubaté, Atlético Sorocaba, Comercial RP, Operário (MS) e União Mogi.

O histórico título sul-americano de 92, evidentemente, não foi o único de seu currículo. Macedo levou, também, a taça Libertadores de 1993, Paulista (1991/92), Brasileiro (1991),  Mundial Interclubes (1992/93), Supercopa da Libertadores (1993) e Recopa Sul-Americana (1993).

Tornou-se, por intermédio do esporte, uma referência, a mostra de que uma pessoa de origem humilde é capaz de alçar voos, se sonhar e se dedicar. Expressou o orgulho de ser americanense em seus atos e conquistas, por todos os cantos do mundo por onde passou.

Milhares de americanenses sonham em alcançar suas conquistas e o têm como uma referência esportiva. Por seus feitos desportivos, conduziu a “tocha olímpica dos Jogos Pan-americanos 2007”.

Macedo elevou o nome do nosso município, nacional e internacionalmente, e, nos dias de hoje, ainda é lembrado como o jovem batalhador, filho de Americana, que ultrapassou as adversidades e alcançou o sucesso.

Valdir Trindade dos Santos

Nascido em 29 de setembro de 1964, na cidade de São Francisco, estado de São Paulo, Valdir é oriundo de família humilde e começou a trabalhar ainda muito cedo como lavrador. Em 1976 chegou a Americana. Aos 17 anos iniciou uma brilhante carreira no karatê como aluno do professor Mario Koimoto, cujos frutos são colhidos até hoje.

 

Atuou como técnico da Seleção Brasileira de Karatê na Inter estilos por quatro anos e de 1998 a 2002 assumiu o comando da seleção paulista e brasileira. Simultaneamente à carreira de atleta, Valdir também foi operário GoodYear, porém confessa que não recebia muitos incentivos na época para a prática esportiva por parte da organização.

 

Com toda a experiência e aprendizado adquiridos no decorrer dos anos, em 1991 o atleta decidiu montar sua academia, a Associação Trindade de Karate, na Vila Dainese, por onde já passaram mais de 3 mil alunos. A academia, sob supervisão de Valdir, também já formou cerca 50 alunos faixa preta na modalidade, alguns dos quais, inclusive, dão aula atualmente no local.

 

Valdir foi atleta da primeira equipe do interior a ganhar o campeonato paulista de equipes, em 1991, competindo por Americana. De 1995 a 1997 assumiu também o cargo de técnico da equipe de karate de Santa Bárbara d’oeste, conquistando a primeira medalha da cidade nessa modalidade durante os Jogos Regionais.

 

Ainda como técnico, em 2001, na Escócia, Valdir também conquistou os primeiros títulos mundiais que o Brasil teve na modalidade. Hoje, 5º Dan, Valdir supervisiona as atividades da academia que fundou e ministra palestras e cursos de karate e defesa pessoal por todo o país.

 

 


Escrito por: Assessoria de Comunicação

Categoria: Sessões Solenes

Compartilhe essa notícia

Notícias Relacionadas